Observatório Permanente da Adopção

O Observatório Permanente de Adopção nasceu em 11 de Abril de 2006,  no seio do Centro de Direito da Família da Faculdade de Direito de Coimbra, por iniciativa das autoridades governamentais que tutelavam a Infância e Juventude; a sua constituição ficou documentada por um Protocolo assinado pelos Dr. Vieira da Silva, Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Dr. Conde Rodrigues, Secretário de Estado da Justiça e Prof. Doutor Guilherme de Oliveira, Presidente da Direcção do Centro de Direito da Família.
 
Desde o início, o grupo que desenvolveu este Projecto assumiu a condição de um grupo de estudos sobre a Adopção em particular, e sobre a Infância e a Juventude, em geral.
 
O OPA tem observado o funcionamento do sistema de promoção e protecção de crianças e jovens em todas as suas facetas, discutindo com representantes de todos os tipos de profissionais que nele têm um papel; tem proposto numerosas alterações das leis vigentes; criou a figura do Apadrinhamento Civil; mantém em preparação vários instrumentos de intervenção inovadores.
O seu lema é o do Centro de Direito da Família: Respeito e Protecção.
 

AnexoTamanho
ProtocoloOPA.PDF434.35 KB